quinta-feira, 1 de abril de 2010

Melão de cara nova! Estamos trabalhando para melhor servi-lo!!!


 É isso aí, queridos. Depois de quase 1 ano, o melão mudou de roupa. Está mais clean, com um visual mais moderno e um layout que vai proporcionar interatividade para vocês, leitores. O responsável por essa mudança é um cara jovem e hiper talentoso chamado Felipe Ribeiro. A ele, meus sinceros agradecimentos!!!

E como se dará essa interatividade? Seguinte: como podem ver, o novo banner homenageia duas novelas: “Tieta”, minha novela favorita de todos os tempos; e “A favorita”, a última grande novela cult na opinião de muitos. Mas adivinha quem vai escolher as próximas novelas homenageadas? Isso mesmo, vocês! O melão mudará de roupa de tempos em tempos e serão feitas enquetes para decidir com que roupa ele estará.

Além disso, muitas outras surpresas estão por vir também no conteúdo. Juntamente aos já tradicionais posts, agora teremos periodicamente entrevistas com pessoas da melhor qualidade desse mundinho televisivo que amamos. E as entrevistas também serão interativas. Pra começar, enviem uma pergunta que você gostaria de fazer para a autora VIVIAN DE OLIVEIRA. As melhores perguntas serão selecionadas e estarão na entrevista que ela nos dará na segunda quinzena desse mês. E só enviar as perguntas clicando nos comentários. Estou esperando.

Obrigado a todos e continuem preferindo melão. E amanhã, como estréia da nova programação, uma big surpresa. Aguardem! Beijomeclica!!!

17 comentários:

edu disse...

oi Vitor, parabéns pelo novo visu..confesso que gosto mais desse...um melão low profile...qto à pergunta, pensarei em algo e voltarei...abço do amigo Edu

Ivan Marcio disse...

O melão ta lindo! parabens! sucesso! vamos interagir!

José Vitor Rack disse...

parabéns, o visual realmente ficou melhor. abraço!

Vicente disse...

Parabéns, Vitor, pela nova fase do blog. Ficou muito mais bonito e mais fácil de navegar. Fiquei feliz também que a Vivian de Oliveira tenha aceito o convite para a entrevista. Como autor da sugestão vou me dar ao direito de fazer mais de uma pergunta, ok? Não conhecia o seu trabalho e fiquei muito impressionado com "A História de Ester"... É claro que vc não é obrigado a usá-las, mas quem sabe podem até inspirá-lo. rssss. Minha curiosidade sobre ela também poderiam sair bem agradecidas!

Boa sorte em sua nova fase!

O Vitor viu... disse...

Lógico, Vicente! Como autor da ideia de entrevistar a Vivian, vc tem todos os privilégios do mundo...rs!

_____________

Obrigado a todos os amigos pelos elogios e pela força de sempre! Valeu mesmo!!!

RÔ_drigo disse...

O melão ta mais clean mas ñ pior,justamente o contrario;]]
Vou escolher uma novela bem pouco valorizada,rs...
Meu bem Querer!!
Minha pergunta é simples:Você faria uma miniserie sobre Adão&Eva??

Rodrigo disse...

Parabéns!!!!Muitos anos de vida e sucesso infinito para o MELÃO e o seu criador!!!

cristian-monteiro disse...

Parabéns!!! O visual está Lindo..

Carlos Fernando disse...

Legal Vitor!! Promessa feita, promessa cumprida. Parabéns. Ficou muito bonito!! Isso é a sua cara. Você promete, você cumpre. Podemos confiar. Parabéns também ao Felipe.
Melão mais leve, simples, interativo, próximo.... Você passa proximidade, sabe? Seu texto parece conversar conosco, como se estivesse ao nosso lado.
Até
Beijo

Duh Secco disse...

Vitor! Parabéns! O blog tá lindo! :D

Quanto à pergunta: A Record já tem na fila para produção três minisséries bíblicas. Você não acredita que o investimento nesse filão possa cansar o público?

Eddy disse...

O melão está incrível! Parabéns, amigo!

TH disse...

Muito dez o novo design! E a oportunidade de interatividade é o melhor. Parabéns!

Vicente disse...

Bom, Vitor, já que vc deu corda, vamos lá a algumas perguntas que fostaria de fazer à Vivian de Oliveira. Sinta-se à vontade para alterá-las ou mesmo rejeitá-las segundo seus critérios: # 1 - Pra começar, Vivian, uma pergunta simples, mas que se torna inevitável diante da linha de adaptações que a autora vêm realizando: qual a sua fé, a sua crença ou, sendo mais direto, a sua religião?
Como ela, de alguma forma, influiu no processo de adaptação de “A História de Ester”?

Vicente disse...

#2 - Vivian, que tipo de limites você impõe a si mesma ao adaptar um texto bíblico que, obviamente, se esgotaria em pouquíssimos capítulos, para fazer alterações, criar tramas, personagens, etc, que não estejam no texto original? Afinal, não estamos falando de um romance qualquer, mas da Bíblia Sagrada, e todas as implicações que isso pode gerar para com os mais puristas...

Vicente disse...

#3 - Vivian, em meados dos anos 70 a Rede Globo desenvolveu um projeto de adaptações de clássicos da literatura brasileira, inicialmente com obras de poucos capítulos que, graças a aceitação do público, foram seguidas por adaptações mais extensas, até se transformarem num novo horário de novelas que existe até os dias de hoje: o das seis da tarde. Outro dia o Hiran Silveira comemorava o novo filão encontrado pela Rede Record com as minisséries bíblicas e anunciava novas adaptações ainda para este ano. Você acredita que, com “A História de Ester”, e agora essas novas produções, a Record poderia estar meio que involuntariamente seguindo os mesmos passos e criando o seu tão falado terceiro horário dedicado a teledramaturgia?

Vicente disse...

#4 - A Record divulgou que seu próximo trabalho será uma adaptação da “História do Rei Davi”. Confesso a você que, ao mesmo tempo em que fiquei feliz, foi inevitável sentir uma pontinha de ciúmes, já que Davi é o meu personagem preferido do Velho Testamento. Mas não me refiro propriamente ao Davi feito Rei de Israel. Mas sim ao jovem Davi, o pastor de ovelhas ungido como futuro Rei pelo Profeta Samuel, a famosa batalha do menino ruivo e franzino contra o gigante Golias e o início de sua trajetória, quando era ainda um adolescente de aproximadamente quinze anos e foi levado pelo Rei Saul, impressionado com sua coragem durante a batalha, para viver no palácio real. No Primeiro livro de Samuel, onde essa história nos é contada, pouco se detalha do processo de adaptação do jovem camponês acostumado a cuidar das ovelhas de seu pai aos hábitos do palácio, das saudades de casa, dos primeiros passos de Davi nas artes da Guerra quando, acredito eu, tenha sido pacientemente ensinado por seu novo e melhor amigo Jonatas, e ainda do amor platônico que Mical, filha do Rei Saul sentia pelo jovem Davi, aquele garoto que passava a circular pelo mesmo palácio que ela, a quem amava às escondidas, mesmo sendo ele um prometido por seu pai para esposar sua irmã, como prêmio por derrotar Golias... Fatos apenas levemente citados ou deduzidos quando lemos na Bíblia, mas que, acredito eu, renderiam histórias saborosas, principalmente se pensarmos que falar do futuro Monarca Davi, sem contar que essas histórias aconteceram no período governado por seu antecessor, o Rei Saul, seria no mínimo esvaziar dois personagens tão ricos, que virão a se enfrentar por anos a fio. Toda essa introdução, na verdade, é para chegar a uma pergunta a mim muito significativa: Em sua adaptação você pretende trabalhar também em cima dessa fase do personagem ou começar já falando do Davi adulto, em suas rivalidades com Saul? Se for essa a sua intenção, o que acha de voltar um pouquinho no tempo e trabalhar alguns capítulos em cima da história do jovem Davi? Ousaria até mesmo a sugerir o nome de um jovem ator que, na minha opinião seria perfeito para viver o personagem ainda nesta fase: o ator João Vithor Oliveira, que viveu o Rafinha de “Chamas da Vida”. Acho que além de talentosíssimo, possui o tipo físico perfeito para o personagem - não é jabá, eu não o conheço! rss. Me perdoe, Vivian, por tanta audácia, mas não pude resistir diante da oportunidade oferecida pelo “Melão” e, como já disse, por se tratar de uma história que tanto me fascina. Aliás, já que é moda na Record que os títulos dos programas sejam escolhidos por terceiros vai aí mais uma sugestão: por que não chamá-la de “A Estrela de Davi” ao invés de “A História de Davi”? No mínimo soaria mais poético. Não acha?

Vicente disse...

Caro Vitor, depois de abusar de sua benevolência mandando quatro perguntas pra Vivian, antes mesmo da entrevista acontecer parece que uma delas já começa a ser respondida com a decisão da Record em reapresentar "A História de Ester" às seis da tarde... O que será que a autora pensa disso? A pergunta continua em aberto. Já sobre a "A História do Rei Davi" uma outra questão surgiu agora: E os salmos compostos por Davi? Será que teremos a primeira minissérie da Record com um viés musical?

Prefira também: